Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Histórico
Início do conteúdo da página

Histórico EIFORPECS

Acessos: 363

HISTÓRICO

Ao considerar as constantes transformações na sociedade do conhecimento e da informação e a complexidade das demandas sociais, alinhadas com modificações na ciência e na tecnologia, a universidade passa a conviver a com informações recentes que protagonizam transformações no campo científico, especialmente aquelas que visam ao desenvolvimento científico, tecnológico e inovador  e para isso mobilizam saberes que exige dos pesquisadores contemporâneos a exploração do conhecimento através de um senso crítico apurado. É imbuído desse contexto que apresentamos esse projeto para a organização e realização do XI Encontro Internacional de Formação de Professores e Estágio Curricular Supervisionado - EIFORPECS, que acontecerá no período de 12 a 14 de novembro de 2018 na Faculdade de Educação da Universidade de Brasília. 

A iniciativa de criação do evento foi do Departamento e Estágios e Práticas Escolares do Centro de Ciências Humanas da Universidade Estadual de Montes Claros – Unimontes em 2006 quando percebeu a necessidade de um espaço para discussão e interlocução sobre a formação do professor e do estágio curricular.

Inicialmente era um evento interinstitucional (regional/local) e denominava-se Encontro Institucional de Prática de Ensino e Estágios Curriculares Supervisionado - EIPECS, o evento foi reeditado com denominação até a nona edição.

Na nona edição o evento assume a condição de um evento nacional, passando a se denominar Encontro Nacional de Formação de Professores e Estágio Curricular Supervisionado – Enfopecs. Nessa edição ganha a categoria de nacional e oficializa em seu nome a formação de professores.

E quando da realização da décima edição o departamento responsável deliberou por torná-lo um evento itinerante entre universidades brasileiras.

Com essa decisão a primeira instituição convidada para sediar o evento foi a Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, que prontamente aceitou sediar e coordenar a décima primeira edição do evento com o compromisso assumido de torná-lo um evento internacional no ano de 2018. Assim sendo, o evento passa a partir dessa edição a denominar-se Encontro Internacional de Formação de Professores e Estágio Curricular Supervisionado – EIFORPECS, assumindo o “internacional” em sua denominação.

A prospecção é que a Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia seja a responsável pela organização e coordenação do evento em 2019.

Em todas as suas edições o encontro contou com a participação de professores, pesquisadores e estudantes. E mesmo sendo as primeiras edições locais e regionais o evento sempre buscou estabelecer intercâmbios com outras universidades, instituições de ensino e pesquisa de graduação e pós-graduação, públicas e privadas, e com pesquisadores de diversas regiões do país.

Face ao exposto, objetivamos com a realização do XI Encontro Internacional de Formação de Professores e Estágio Curricular Supervisionado – EIFORPECS dialogar sobre as temáticas diversidade, saberes e práticas inovadoras, considerando os entre lugares da formação de professores e do estágio curricular, tendo em vista que a educação básica e superior vêm sofrendo uma série de processos de mudanças que precisam ser considerados dentro das universidades, lócus da formação dos professores.

Nesse contexto, a programação do evento contempla a discussão de temas que impactam diretamente sobre o trabalho docente, numa perspectiva pluralista, polissêmica, divergente, num momento em que a educação brasileira passa por profundas mudanças, à reboque de políticas públicas que claramente indicam a precarização do trabalho docente. Conferências, palestras e mesas redondas garantirão o espaço necessário ao debate da temática ao lado da apresentação de resultados de pesquisas expostos nas comunicações orais e nos pôsteres, o XI EIFORPECS.

Com o intuito de disseminar a informação, o conhecimento, lançando mão dos recursos tecnológicos que temos disponíveis e reconhecendo a limitação de muitos acadêmicos têm em custar as despesas para participar de evento temos a intensão de fazer a transmissão ao vivo das conferências, palestras e mesas redondas para discentes e docentes da Unimontes e da UFU, bem como viabilizar a comunicação de trabalhos in loco nessas instituições, sob a coordenação de um docente local. Com essa iniciativa corroboramos Castells (1999, p. 51-53) quando ele afirma que está instalado um novo paradigma tecnológico capaz de integrar, por meio de uma linguagem digital comum, a informação produzida e transmitida por diferentes tecnologias, e que a centralidade da informação passou a acelerar a geração do conhecimento em diversas áreas, o que tem viabilizado “um ciclo de realimentação cumulativo entre a inovação e o seu uso” (Castells, 1999, p. 51).

Com essa perspectiva integradora o evento apresenta algumas potencialidades entre elas destacamos:

  • o processo de internacionalização para os programas de pós graduação em educação da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, para o Centro de Ciências Humanas da Universidade Estadual de Montes Claros e para a Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Acreditamos que a internalização também se configurar para a instituições dos palestrantes estrangeiros e nacionais;
  • a possibilidade de criar redes para viabilizar a produção do conhecimento em bases epistemológicas diversas, o que demanda a mobilização de saberes;
  • a disseminação de saberes e práticas inovadoras para a formação de professores e para o estágio curricular supervisionado;
  • o uso das tecnologias como produto e processo. Produto para garantir a transmissão ao vivo do evento, bem como de todos os equipamentos tecnológicos que serão demandados. E processo quando vislumbra um percurso formativo, esse pode se dar nas exposições orais e/ou nas práticas vivenciadas durante o evento e que podem refletir no fazer profissional dos participantes do evento.
  • a possibilidade de publicações qualificadas em periódicos, e a organização de livros a partir dos texto enviados pelos conferencistas e palestrantes. E com esses produtos garantimos a produção científica e sua disseminação,

O evento é uma oportunidade de reunir resultados de pesquisa, divulgar práticas inovadoras, apresentar materiais e estratégias metodológicas, problematizar importantes questões da docência e consolidar o projeto de Estágio Curricular Supervisionado das licenciaturas como momento privilegiado da formação profissional do professor da educação básica e superior.

registrado em:
Fim do conteúdo da página